Google+

Compor

Deixe um comentário

6 de setembro de 2013 por followdih

Eu pensei que era impossível de fazer canção sem dor.

– Mas com a dor a gente aprende vira professor.

Vendo bem por esse lado eu já to formado, quase sou Doutor! Ja passei de estagiário, de poeta amargo, graduei no amor.

– Eu que to acostumado a ter canção com dor…

 

Já tentei falar da terra, sol de bicicleta, mesa de jantar

Carro com pneu furado, um condecorado, viagem lunar

– Vejo é só de tristeza que eu sei falar

 

Por experiência própria e ciência do caso posso afirmar:

Se tem algo com tristeza me põe lá no meio que eu posso cantar

– Peço só que não reclame se eu desafinar…

 

Talvez algum dia saia, nasce um novo tema pra me fazer rir

Quem sabe eu não enfrente vai que dessa forma posso conseguir

– Eu que to acostumado a ter canção com dor…

 

Eu pensei que era impossível de fazer canção sem dor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

[ massagem.no.meu.ego ]

Quieto Diego, quieto.

Diário de um Bebumzis

No Céu ou na Terris, mas sempre no Butequis!

Xico SáXico Sá

Quieto Diego, quieto.

%d blogueiros gostam disto: